O que é data driven marketing e como funciona?

Data driven marketing é uma das principais estratégias de marketing digital de performance. Utiliza dados para facilitar a tomada de decisões de marketing e também para melhorar a performance de anúncios e campanhas. Dados como nome, telefone, email, preferências dos clientes e outros. Entretanto, muitos negócios ainda não conhecem e não aplicam o data driven marketing na prática.

Neste artigo você vai entender o conceito e conhecer as principais formas de aplicar o data driven marketing.

O que é data driven marketing?

Você já parou para pensar na quantidade de dados que estão sendo gerados no mundo ano após ano? Para se ter uma ideia, o volume de dados criado nos anos de 2014 e 2015 foi maior que a quantidade produzida em toda a história da humanidade. Este fenômeno é conhecido como “Big Data” e é um dos fatores que possibilita o data driven marketing que, como o próprio nome indica, trata-se do “marketing direcionado por dados”.

Mas e na prática, como isso funciona? 

O data driven marketing aproveita todas as informações e dados que o seu negócio  possui para nortear as estratégias de marketing. Diferente daquele “achismo”, muito comum, principalmente em pequenas empresas, todas as decisões do data driven marketing são baseadas em dados e números.

Essa mesma linha de raciocínio já é muito difundida na gestão de grandes empresas, onde todas as decisões administrativas são embasadas em números.

Qual a importância do data driven marketing? 

O data driven marketing é fundamental para se tomar decisões para definir os rumos de uma estratégia de marketing. Essas informações são usadas para alterar ou cancelar o que não está funcionando e também melhorar o que já está dando certo.

Um dos principais benefícios de utilizar o data driven marketing, é a possibilidade de reduzir os custos por resultados de seu marketing digital, pois você conhece melhor quem é seu público e tem a possibilidade de segmentar seus anúncios de maneira mais assertiva.

Para o usuário, o data driven marketing também traz benefícios, pois o consumidor recebe mensagens muito mais relevantes, pelas quais ele realmente pode se interessar com base em seu histórico na internet.

O data driven marketing é baseado em dados e informações para otimizar os investimentos em marketing.

O data driven marketing é baseado em dados e informações para otimizar os investimentos em marketing.

Exemplo de plataformas que auxiliam no data driven marketing

  • Google Analytics: A plataforma de anúncios da Google é um dos mais claros exemplos de referências para data driven marketing. A ferramenta apresenta todas as informações sobre acessos e usuários de seu site. Com ela, é possível descobrir os principais horários de acesso, localização geográfica e principais páginas que os usuários estão acessando, por exemplo.
  • Base de leads: Seu negócio tem uma base de leads? Se sim, parabéns, você tem informações preciosas em mão. Caso não tenha, é importante considerar uma estratégia de geração de leads com urgência. Leads são pessoas interessadas no seu produto/serviço ou assuntos relacionados ao seu negócio, que disponibilizam dados pessoais em troca de alguma oferta em uma página de cadastro. Esses dados são muito importantes, ainda mais considerando que são informações que eles responderam exclusivamente para sua empresa. Clique aqui e saiba mais sobre geração de leads.
  • Lista de emails: A informação vital da sua base de leads é o endereço de email de cada um deles. Os emails possibilitam diversas personalizações de anúncios. Por exemplo, você pode criar um anúncio personalizado no Facebook Ads somente para quem faz parte da sua lista de emails. Outra opção é criar um anúncio para pessoas que compartilham das mesmas características que a sua listas de email têm, atingindo um público muito mais selecionado.
  • Google Ads: A ferramenta da Google é capaz de revelar informações fundamentais para os anunciantes. É possível saber, por exemplo, quais são os principais termos de pesquisa que os usuários utilizam para encontrar os seus anúncios e, dessa maneira, você pode otimizá-los para não gastar dinheiro comprando termos que não estão relacionados aos seus produtos/serviços.
  • Facebook Ads: Com uma lista de clientes você pode criar públicos semelhantes e personalizados.
    • Público personalizado: O algoritmo tenta encontrar exatamente as pessoas dentro do facebook e instagram com base nos dados que você sobe. Se a pessoa usa o mesmo email e celular para fazer login nessas plataformas, ele será capaz de mostrar os anúncios para essas pessoas.
    • Público semelhante: A diferença aqui é que você usa a inteligência artificial do facebook para encontrar pessoas com comportamento semelhante àquelas que você compraram de você ou já interagiram com algum material.

Não tenho tempo para fazer data driven marketing, e agora?

Direcione seus esforços para as decisões estratégicas e terceirize o marketing do seu negócio com uma agência especializada em data driven marketing.

Uma agência especialista em data driven marketing como a yard., tem todo seu trabalho baseado no data driven marketing e é isso que toda agência de marketing voltada para resultados deve fazer.

Se você quer otimizar recursos e aproveitar melhor as informações que seu negócio tem, mas não utiliza atualmente, fale com um especialista yard.

Quero falar com um especialista yard.

Terceirizar o inbound marketing vale a pena?

Em muitas empresas, é comum resultar em falha a tentativa de realizar estratégias de inbound marketing internamente. Acontece que, muitas vezes, a execução não ocorre como esperado. Isso acontece porque, apesar de existir determinação e vontade de fazer tudo internamente, falta conhecimento técnico e dedicação integral.

Digo isso porque já observamos vários clientes que vieram até nós em condições similares: já realizaram estratégias de inbound com o departamento de marketing interno, mas falharam.

E não há problema nenhum em reconhecer a dificuldade de se obter sucesso com o inbound, não é fácil mesmo. Na yard., trabalhando com grande foco em estratégias digitais, precisamos nos atualizar o tempo todo e buscar conhecimento para gerar mais resultados para nossos clientes, são várias tentativas buscando encontrar o “caminho ideal”. E para quem não dedica 100% de seus esforços nisso, fica muito mais difícil.

Mas é claro que existem vantagens em fazer inbound com departamento interno também. Resumi abaixo o que penso sobre isso.

A principal vantagem de fazer inbound marketing com departamento interno

A principal vantagem de realizar o inbound marketing com departamento interno, na minha visão, está diretamente relacionada ao fato de uma equipe interna ter mais acesso ao conhecimento sobre o próprio negócio do que uma agência terceirizada tem.

É claro que em uma agência, os profissionais buscam entender sobre a realidade do cliente o quanto podem. Mas é um cenário diferente, quando comparado à facilidade de acesso a informações que a equipe interna tem. Não somente se tratando de acesso à informação, mas a membros importantes da equipe. Um exemplo muito claro disso é a possibilidade que a equipe interna tem de entrevistar um responsável por determinada função na empresa para, em seguida, produzir um conteúdo que aborda temas relevantes e que fazem sentido, afinal, foram escritos com a colaboração de quem entende do assunto, mais do que todos.

Conheça o RD Station, software utilizado pela yard. para facilitar a operação de inbound

A principal vantagem de fazer inbound marketing com uma agência terceirizada

Acredito que a principal vantagem de terceirizar o trabalho de inbound marketing com uma agência de marketing digital, é pelo fato de que uma agência especialista se dedicar o tempo todo para estudar e aprender sobre inbound e estratégias de marketing e mídia digital como um todo.

Aqui na yard., por exemplo, além de trabalharmos com ferramentas e estratégias de inbound todos os dias, estamos sempre estudando, procurando novidades, novas metodologias, lendo livros e até mesmo visitando eventos sobre o tema.

É uma busca constante por absorver ideias, conceitos, estratégias, tudo para melhorar e aprimorar o trabalho para alcançar mais resultado para o cliente.

Confiar em uma agência para realizar as estratégias de marketing é como confiar sua saúde nas mãos de médicos. Ambos são especialistas e sabem o que fazem.

Outro ponto importante é a experiência que uma agência oferece. Por trabalhar com diversos segmentos, inúmeros testes são feitos todos os dias, novas descobertas são feitas e, assim, possíveis erros podem ser evitados. Erros que uma equipe interna de inbound pode não ter informação suficiente para evitar.

Independentemente do método que a sua empresa utiliza, lembre-se que o mais importante é realizar um trabalho de qualidade, pensando de fato em dores reais de personas que fazem sentido, ofertar recompensas de qualidade nas landing pages e, o mais importante, buscar gerar oportunidades comerciais de verdade. Não faça inbound apenas para dizer que está fazendo, se não estão gerando leads qualificados.

Mas acredito que, se a sua empresa não terceiriza as estratégias de Inbound, tem grandes chances de fazer um trabalho aquém do potencial.

Pense nisso, a terceirização do Inbound Marketing vale o custo. Deixe uma equipe especializada, que vive a metodologia no dia a dia cuidar disso, enquanto você dedica seu tempo para fazer o que sabe de melhor: administrar, tomar decisões, encontrar formas de vender mais, etc.

Terceirize o Inbound Marketing da sua empresa e não se preocupe em escrever artigos, criar materiais ricos, estruturar landing pages, pop-ups, publicar anúncios, definir uma estratégia de mídia (que precisa ser reavaliada o tempo todo), entre outras tarefas. Deixe isso para quem dedica a vida à esse trabalho, sua única preocupação deve ser avaliar o CPL (Custo por Lead) e CPO (Custo por Oportunidade) no final do mês.

Fale com um especialista em inbound da yard. para entender como podemos ajudar a sua empresa.

Quem somos e por que fazemos “marketing de resultado”?

A yard. é uma agência que nasceu com o objetivo de oferecer excelência em estratégias de resultado. Assim como no futebol americano, nós ‘lutamos por cada jarda’. Esta é a razão de levarmos este nome. “Yard” em inglês significa “jarda”, que além de ser uma unidade de medida oficial norte americana, representa o trecho disputado em uma partida de futebol americano, quando os atletas, com estratégia e determinação, ultrapassam cada jarda rumo à linha do touchdown para vencer uma partida. A essência da yard.  é essa, uma agência focada em lutar por cada jarda, com o objetivo de gerar resultados reais e surpreender cada cliente.

Trabalhamos com vontade de vencer

Nossa equipe de profissionais foi selecionada para fazer a diferença no mercado, unindo criatividade e dedicação com objetivos claros e busca por resultado.

Para lutar por nossos clientes, dedicamos muito tempo de estudo, planejamento, testes e  busca constante por conhecimento e desenvolvimento. Para a yard., cada detalhe é importante e acreditamos que podemos sempre surpreender.  

Assim como no futebol americano, nós lutamos por cada jarda como se fosse a última.

Por que fazemos “marketing de resultado”?

O foco de nossa linha de trabalho está voltado para o Inbound Marketing, esta é a estratégia principal que utilizamos para gerar resultados aos nossos clientes.

Mais do que impactar potenciais clientes através de anúncios no marketing digital, desenvolvemos um estudo profundo de buyer-personas, realizamos o planejamento estratégico de conteúdos e de mídia, desenvolvemos conteúdos relevante, estudamos dia a dia os principais canais digitais, construímos relacionamento entre empresa e clientes, criamos um vínculo saudável, sempre pensando em um objetivo específico: gerar oportunidades comerciais prontas para serem abordadas pelo cliente para fechar uma venda.

Para gerar estas oportunidades comerciais, todas as decisões são tomadas se baseando em testes diários e estudo de algoritmos de inteligência artificial do Google, redes sociais e plataformas de anúncio online.

Fazemos “marketing de resultado” porque oferecemos a possibilidade de nossos clientes saberem o retorno de seu investimento que resultou em vendas.

Nós vamos além!

Somos uma agência apaixonada por marketing digital. Nos últimos anos, reconhecemos todas as vantagens e diferenciais que ele agrega, mas não esquecemos as mídias tradicionais. Por essa razão, procuramos fazer publicidade que dá resultado, independente de qual seja o caminho a seguir. Trabalhamos com criação de marcas, campanhas em mídias tradicionais e desenvolvimento de sites.

Nossa equipe de planejamento, design e redação está sempre atualizada e preparada para criar projetos coerentes com o posicionamento e identidade do cliente, respeitando o público-alvo e, claro, sem esquecer da missão da yard.: “Criar estratégias de marketing que dão resultado, encantam e inspiram”.

Fazer mais do mesmo ou criar campanhas que chamam atenção pela beleza não é o nosso projeto. Estamos no mercado para atender empresas que querem resultado em vendas.

E se você quer receber parte do nosso conhecimento na prática…

Temos o curso “Imersão Digital”. Através dele, direcionamos empresários, estudantes e profissionais de marketing que buscam ampliar seus conhecimentos no universo digital. O aluno permanece em uma total imersão, aprendendo técnicas e estratégias que são utilizadas no dia a dia da agência. Aqui não escondemos nem a “cereja do bolo”!

Parceiros gigantes que nos conhecem e aprovam nosso trabalho

Durante nossa experiência trabalhando com marketing de resultado, ganhamos espaço não só no cenário regional, mas também no cenário nacional. Construímos parcerias importantes. Atendemos clientes de variados segmentos e com posições significativas no cenário nacional.  Acreditamos que esta confiança é sinônimo de toda luta e dedicação do time da yard.

E não vamos parar por aqui, ainda há muito a ser feito!

Nosso objetivo é continuar aperfeiçoando nosso conhecimento, melhorando os serviços, agregando ideias inovadoras e nunca, jamais, medir esforços para fazer com que o amanhã seja melhor do que hoje.

Acha que você pode ter mais resultados com seu negócio? Fale com especialistas.

CTA quero uma análise na minha página no Facebook

Email marketing funciona?

Acredito que seja uma dúvida comum no dia a dia de quem tem ligação com o marketing de uma empresa: email marketing (ainda) funciona? A resposta é: sim, mas depende.

Antes de tudo, se você já costuma utilizar ou pensa em fazer uso da ferramenta, é interessante entender a sua própria expectativa nos disparos de email marketing. A pergunta chave é: Qual é o objetivo?

Pode ser venda, cadastro, nutrição, relacionamento ou apenas reforço de marca. Defina um principal.

Tendo essa resposta, a partir daí, é possível alinhar melhor o que podemos chamar de “resultado”.

Se o seu objetivo é venda e/ou cadastro, estabeleça uma meta baseada na porcentagem do total de leads que irão receber o disparo. Por exemplo, se 0,1% dos destinatários do disparo do email marketing fizeram a compra ou cadastro no link, seu disparo foi um sucesso! Agora, na próxima vez, você pode dobrar essa meta. Não há muita regra em relação a isso. Mas existem sim alguns índices de abertura, cliques, etc, que servem como indicadores de sucesso, falarei mais sobre eles a seguir.

Agora, se o objetivo do disparo foi relacionamento ou reforço de marca, a mensuração dos resultados é muito mais complexa. Afinal, não há muito como comprovar em números, que o email sim deu resultado, mas posso afirmar que mal não faz.

Disparo para base de leads ou para uma lista comprada?

É muito comum que empresas comprem listas com centenas de emails para disparos. Nesse caso, existem alguns problemas que envolvem essa prática. O primeiro problema é que uma lista comprada não é composta por pessoas que realmente desejam receber o que você manda. Isso é ruim para o usuário e, claro, ruim para sua empresa, pois estará atingindo muita gente que não necessariamente é seu público-alvo.

Não estou dizendo que não irá funcionar, mas é preciso entender que uma lista comprada não tem tanta efetividade quanto disparos realizados para uma base de leads 100% legítima, que pode ser construída através diversas maneiras: formulário de cadastro no site, landing pages, ou mesmo no cadastro de clientes “offline”. Aí o cenário muda, pois são pessoas realmente interessadas em seu conteúdo (e as vezes, nem elas estão tão interessadas assim).

Índices de um disparo bem sucedido

  • Quanto a taxas, segundo a Resultados Digitais, esses são os índices de um disparo de email bem sucedido:
  • Acima de 95% de entrega;
  • Acima de 15% de abertura;
  • Acima de 2% de cliques;
  • Abaixo de 1% de descadastro;
  • Abaixo de 0,1% de marcação como “spam”.

Esses números são interessantes para ter uma “base” e, caso você não esteja alcançando-os, provavelmente há algo de errado em seus emails.

Concluindo, disparos de email marketing, sim, funcionam. Acontece que muita gente tem a expectativa de realizar o disparo para 1000 pessoas achando que isso vai resultar em 100 vendas. E não é assim.

Lembre-se que, quando realizado para uma base de leads própria, o disparo de email marketing é grátis. Não custa absolutamente nada e pode gerar um retorno interessante.

Este é o principal erro cometido por empresas que querem gerar leads na internet

O principal erro cometido por empresas que querem gerar leads na internet

Muitas empresas estão se rendendo ao Inbound Marketing e à geração de leads, graças ao nosso querido marketing digital, que se tornou e se consolida cada vez mais como o principal “meio” de fazer marketing de muitas marcas. 

Mas acontece que há um erro muito comum entre empresas, sejam elas pequenas e até mesmo as médias: investimento equivocado na compra de mídia paga. 

Sim, essa é uma atitude mais comum do que você imagina. E também existem muitas empresas que investem, mas acabam fazendo isso da forma errada e com a quantia errada. 

Para crescer na geração de leads, é necessário investir.

Para crescer na geração de leads, é necessário investir.

Dividi o “erro” em 3 diferentes categorias: 

 – Empresas que não investem: São aquelas que entendem o papel da geração de leads e até querem gerar, mas não aceitam que, para isso, é necessário investir. Elas esperam que apenas o tráfego orgânico de seu site e as campanhas de branding sejam suficientes para gerar toneladas de contatos querendo comprar seus produtos, mas infelizmente não é bem assim. 

É claro que o a geração de leads pode funcionar de maneira orgânica, mas para isso, demanda tráfego intenso e / ou viralização do conteúdo. Atualmente, a concorrência para gerar leads está cada vez mais intensa e o usuário não aceita consumir qualquer coisa. É preciso ter qualidade de verdade. E mesmo com qualidade, segue sendo difícil conseguir vários compartilhamentos orgânicos de um conteúdo de marca.

Quanto ao tráfego intenso, para alcançá-lo, é necessário que o site tenha um atrativo gigantesco para os usuários. Grandes sites não recebem acesso a toa. Eles têm algum atrativo: conteúdo interessante, novidades ou ferramentas úteis. Se você quer atrair muitos usuários para seu site, pense nisso.

– Empresas que investem pouco: Essas são as empresas que querem gerar leads e até se dispõem a injetar dinheiro em mídia paga, porém, muitas vezes não querem “arriscar” investindo muito. Um outro exemplo, é o de empresas que disponibilizam apenas uma pequena parte da verba para patrocinar na internet e ainda dão preferência para outras mídias que não geram leads, principalmente as “offline”. 

Acontece que poucas empresas fazem a conta para descobrir quanto realmente devem investir em mídia paga. Uma forma de fazer isso, é calculando o CPL (Custo por lead) e o CPO (Custo por oportunidade). Essas métricas indicam qual é o valor por lead e por oportunidade geradas através de anúncios patrocinados com o objetivo de adquirir conversões. Na yard., são os dois principais indicadores que usamos para definir as estratégias de cada cliente. Vale lembrar que cada segmento tem seus próprios CPL e CPO ideais, que varia de acordo com o retorno da venda de um produto ou serviço.

– Empresas que investem errado: Esse é um caso muito comum. São as empresas que fazem o investimento em mídia paga (seja pouco, ou seja uma quantia aceitável), mas fazem isso da forma errada. 

Um exemplo bem prático, é o de empresas que criam anúncios no Facebook com o objetivo de gerar leads, mas não utilizam o formato correto de patrocínio, isso acontece porque elas não sabem patrocinar e muitas vezes pode ser pior ainda: contratam agências que também não sabem criar anúncios. 

O mínimo que uma empresa que quer gerar leads deve fazer, é entender que o as maiores plataformas de anúncios online (como o FaceAds) disponibilizam formatos de anúncios específicos para quem quer criar anúncios de conversão. 

Sua empresa comete algum desses 3 erros? Se sim, pare de perder tempo, energia e dinheiro (caso invista). Procure a gente para te orientar a gerar leads qualificados.