facebook marketing

Como era a publicidade na internet em 2017?

Blog
Por Lucas Ribas
29 de junho de 2017 | 4 minutos

Escrevi esse texto para uma coluna que eu fazia na televisão, em 2010, com o tema: Marketing Digital. Resolvi compartilhar aqui hoje, porque o tema e o que se discutia na época era muito promissor. Quando comparado ao presente, posso dizer que a previsão estava mais do que correta. Leia e reflita, eu comentarei logo abaixo.

“Hoje vou falar um pouco sobre marketing digital. Há algum tempo temos escutado que a internet é uma tendência do futuro, que as empresas precisam abrir os olhos hoje para o amanha que é o mundo inteiro novo que se revela através da grande rede. Só que esse discurso já perdeu validade, e muito gente não foi avisada. A internet não é o futuro, ela já é o presente e a cada ano, a cada mês, a cada dia, o número de internautas cresce. Estima-se que o número de consumidores online, isto é pessoas que compram pela internet, cresce 30% por ano. E então? O que podemos pensar sobre esse assunto? Como um dos principais conceitos de marketing é compreender as necessidades dos clientes, como funciona o consumo pela internet? Será que o consumidor online é uma pessoa diferente do consumidor tradicional? O consumidor online é a mesma pessoa, mas quando ele entra na internet, ele passa a ter outros comportamentos. A principal diferença e que ele ganha mais poder. Ele tem o grande poder de apertar o boato de fechar, assim que o conteúdo que sua empresa tem para oferece-lo não for atraente o suficiente. Claudio Torres tem uma grande frase sobre isso: a internet deixou de ser uma grande rede de corporações ponto com e passou a ser uma grande rede de pessoas. Isto significa basicamente que agora, quem cria, publica e opina sobre o conteúdo online não são as empresas, e sim as pessoas. Mais uma vez conseguimos concluir que no marketing, o mais importante, e o cliente.” 

Este é o layout do Facebook em 2010. Não tinha nem bate-papo!

Sabe o que mudou? Apenas o ano. Empresas ainda continuam não investindo sua verba da maneira correta, continuam ignorando a internet e perdendo muito dinheiro com isso. A máxima de criação de conteúdo e do marketing de conteúdo já era extremamente valiosa, atualmente, ela é mais poderosa ainda e não apenas pode ajudar, como já está ajudando empresas de todos os segmentos e todos os tamanhos, sejam aquelas que vendem ou não pela internet. Agora pare e reflita, onde sua empresa vai estar daqui a 5, 10 ou 15 anos? Ela está preparada para se adaptar ao avanço da internet?

Clique aqui e saiba se você está usando o Facebook da maneira correta. Faremos um diagnóstico completamente GRÁTIS.

Artigos Relacionados

Home Office – Principais aprendizados após 1 mês de experiência

O crescimento do home office já vinha desde antes da quarentena obrigatória por conta do Covid-19. Mas após o aumento das medidas de reclusão, muitas empresas se viram obrigadas a adotar o home...

Trello e Slack – A dupla que vai garantir organização para seus projetos

Trello e Slack são como unha e carne, pelo menos aqui na agência! São duas ferramentas fundamentais para a gestão de projetos e comunicação da equipe, não apenas aqui na yard., como em...

Como funciona o Google

O Google funciona como um grande catálogo dos sites na internet. Mas antes de entendermos melhor sobre seu funcionamento é legal passarmos sobre alguns pontos de curiosidade sobre a empresa. A...