marketing digital

Informe publicitário e release: diferenças, como fazer e exemplos

Blog
Por Hellen Scheidt
25 de março de 2021 | 12 minutos

Você já parou para pensar como o release e o informe publicitário podem exercer um papel importante em uma estratégia de marketing digital?

Neste artigo vou demonstrar os impactos positivos que o release e o informe publicitário podem ter para um negócio, suas principais diferenças, como elaborar um bom conteúdo seguindo as normas de redação do jornalismo e como mensurar os resultados do conteúdo produzido. Além de exemplos de releases e informes publicitários produzidos pela yard. para te inspirar na hora de produzir o seu.

 

O que você verá neste artigo:

  • O que é release?
  • Exemplos de release
  • O que é informe publicitário?
  • Exemplos de informe publicitário
  • A importância do jornalismo na sua estratégia de marketing
  • Como fazer um bom informe publicitário e release
  • Qual escolher: release ou informe publicitário?
  • Monitore os resultados

 

Primeiramente, vou apresentar as diferenças entre release e informe publicitário.

O que é release?

O release é um material enviado à imprensa (jornais impressos, emissoras de televisão e de rádio, etc.) com o objetivo de informar sobre um acontecimento, como um evento, um lançamento, uma entrevista ou qualquer tipo de conteúdo que trate de uma novidade e possa interessar os veículos de comunicação. Geralmente é em formato de texto, mas pode acompanhar imagens, vídeos e áudios.

 

O release é produzido pela assessoria de imprensa de uma empresa ou pessoa pública e tem o objetivo de suprir alguma demanda de informação sobre ela. Ou, então, promover o negócio buscando visibilidade positiva de alguma ação nos veículos de imprensa.

 

o-que-e-release

O release é um material jornalístico produzido por uma assessoria de imprensa e enviado para veículos de comunicação.

 

Embora passe despercebido pelo público em geral, o release é amplamente utilizado pelos jornais para suprir a demanda diária de informação. Normalmente, quando o texto publicado em um veículo é um release, o crédito do material é dado para a “Redação”, ao invés do nome do repórter que o produziu. Pronto, agora você já sabe como identificar quais informações foram apuradas pelo veículo e quais textos são releases.

 

Um exemplo bastante comum de release nas páginas de jornais impressos ou online é a divulgação da chegada de grandes empresas em uma determinada cidade e o número de vagas de emprego que ela irá gerar. Parece familiar esse exemplo para você?

 

Informações governamentais e de instituições públicas também lideram a quantidade de releases publicados, tanto pela necessidade de transparência quanto pela promoção do trabalho de determinada gestão. Então, se até entidades públicas utilizam o jornalismo para promover sua imagem, por que a sua empresa ainda não fez o mesmo?

 

Exemplos de release

Para ajudar a explicar suas características, separei dois exemplos de release produzidos em 2021 pela yard. Veja abaixo:

 

(1) Escritório credenciado à XP Investimentos abre inscrições para programa de trainee em Ponta Grossa

(2) Setor da Educação Física quer atividade como essencial em PG

 

Os dois exemplos de release acima foram publicados nos jornais por possuírem características essenciais em qualquer texto jornalístico. São, principalmente, regras textuais e de hierarquia de conteúdo que você descobrirá nos tópicos a seguir.

 

O que é um informe publicitário?

A diferença básica entre informe publicitário e release é que o primeiro é pago e o segundo não. Normalmente, o assessor encaminha um release produzido para diversos jornais que pretende atingir e “torce” para que ele seja publicado. O jornal recebe o release e são os editores que decidem se o material vai entrar ou não. Nesse caso, a publicação depende principalmente dos valores-notícia que o material aciona. 

 

Por exemplo, para que um release sobre uma empresa seja publicado com facilidade, ele precisa abordar questões de interesse público. O que, dependendo do ramo de atuação, pode ser mais ou menos difícil de conseguir. Em outras palavras, para acionar um valor-notícia é necessário criar um acontecimento a partir da sua empresa que tenha impacto na vida das pessoas ou da sociedade como um todo.

 

Um exemplo é quando uma empresa sediada em determinada cidade anuncia investimentos que irão gerar mais empregos para a região. Nesse caso, o fato mesmo sendo de ordem privada, gera um acontecimento de interesse público que tem mais facilidade de ser publicado no jornal.

 

No informe publicitário (ou publieditorial, como também pode ser chamado) a lógica é diferente. O conteúdo não precisa necessariamente ter um valor-notícia, já que o espaço em que ele é publicado é diferente das notícias em geral. O único rigor aqui é tomar cuidado com o padrão do veículo e redigir um texto atrativo para o leitor.

 

Exemplos de informe publicitário

Acompanhe os exemplos de informe publicitário abaixo para entender melhor as diferenças do informe para o release.

g1-informe-publicitario

Informe publicitário produzido pela yard. para um cliente do ramo imobiliário.

Observe que, como no caso do release, o autor do artigo não é um jornalista. Esse exemplo de informe publicitário publicado no G1 Campos Gerais e Sul leva o nome da empresa como autora do conteúdo. Você pode acessar na íntegra clicando aqui.

 

Outra diferença é que o informe publicitário é publicado em uma seção diferente do que as notícias e reportagens produzidas pelo jornal. No exemplo abaixo, você pode observar que o G1 utiliza a etiqueta “ESPECIAL PUBLICITÁRIO” para identificar o conteúdo pago.

especial-publicitario-g1

Informe publicitário produzido pela yard.

Clique aqui para acessar o material no G1

 

Além da quantidade de impressões (visualizações) do próprio veículo que você publicar o seu informe publicitário, existem outras possibilidades para utilizar o conteúdo depois de publicado que podem trazer ótimos resultados para a empresa. Acompanhe abaixo.

 

A importância do jornalismo na sua estratégia de marketing

Embora as inúmeras crises que o jornalismo vem passando tenham o afetado de diversas maneiras, ele mantém a legitimidade e a credibilidade frente ao público. E é justamente essa característica que pode agregar valor para a sua empresa.

“Mas eu nem sei se o meu público lê notícias ou em quais veículos consome informação”.

 

Esse pode ser o seu menor problema ao incluir a produção de um informe publicitário ou release no plano de ações de mídia da sua empresa. Isso porque, mesmo que a sua persona não acesse diariamente esses jornais, é possível utilizar a publicação como base para criar anúncios aproveitando principalmente a credibilidade do veículo.

 

Mas esse não é o único caminho. Os meios de comunicação de massa (televisão, rádio e internet) são os mais buscados, no entanto, não precisam ser a única escolha dependendo do segmento em que a empresa atua. Se for uma área muito específica, o mais correto pode ser endereçar seus releases para um veículo especializado que, embora atinja menos pessoas, irá alcançar sua persona mais facilmente.

como-fazer-um-informe-publicitario

 

Como fazer um bom informe publicitário e release

Se você já decidiu que irá investir na produção de um conteúdo, seja informe publicitário ou release, é importante tomar alguns cuidados na hora da escrita, seguindo as normas do texto jornalístico. O título, subtítulo e o primeiro parágrafo são os pontos principais para tomar cuidado. Mas, primeiro, defina uma boa pauta.

 

Definindo a pauta

A pauta é um documento que auxilia os jornalistas a produzir uma reportagem. Nela estão as informações mais importantes para guiar a escrita do material, como o histórico, enquadramento e fontes. Eu preparei um modelo de pauta para release e informe publicitário que você pode fazer uma cópia e utilizar.

 

Na produção da pauta, existem valores-notícia principais que você deve levar em consideração ao escolher o tema e o enquadramento:

  • impacto/relevância (a consequência do fato na vida do leitor);
  • proximidade (o acontecimento deve ser tangível ao público);
  • curiosidade (pode ser algo inusitado ou um conhecimento específico);
  • notoriedade (proeminência de uma pessoa pública);
  • amplitude (o grau de impacto do fato na sociedade).

 

A atualidade e a novidade também são valores-notícia importantíssimos, mas eles quase nunca estão sozinhos. Ou seja, leve em consideração que pelo menos um dos listados acima deve ser um acontecimento atual ou que traz uma novidade. Para ficar ainda mais simples, pense que uma notícia só é notícia porque informa sobre algo relevante, que se passa no presente ou acontecerá em breve

 

Produção do conteúdo

Na produção do texto, as informações na escrita jornalística obedecem à ordem de “pirâmide invertida”. Isso quer dizer que o texto não é escrito em ordem cronológica, mas segue uma organização que prioriza as informações mais importantesJá o título deve ser escrito em discurso direto, com um sujeito e um verbo de ação. Veja um exemplo para entender o que um bom título jornalístico precisa ter e o que evitar:

 

✅  Usamos sempre a ordem direta nas frases para tornar o texto mais claro e objetivo.

❌  Para tornar o texto mais claro e objetivo, usamos sempre a ordem direta nas frases.

Usamos sempre, para tornar o texto mais claro e objetivo, a ordem direta nas frases.

 

Já o primeiro parágrafo do texto deve responder às perguntas que compõem o lide: o que, quem, quando, onde, como, por quê? Durante todo o texto utilize linguagem clara e objetiva, evite ao máximo adjetivos e seja informativoSeguindo o padrão de redação jornalística, as chances de que seu release seja publicado aumentam. As regras também podem ser utilizadas na escrita de um informe publicitário, no entanto, ele não necessita de tanto rigor. Se o seu informe publicitário não possui nenhum valor-notícia, por exemplo, ele não será tão prejudicado, já que será publicado de qualquer maneira.

 

como-fazer-um-release

Entrevistar pessoas envolvidas com a notícia do release pode ajudar a desenvolver o conteúdo.

 

Qual escolher: release ou informe publicitário?

Cabe a você avaliar as características e diferenças de cada um para entender qual é o ideal para investir seu tempo (e dinheiro, dependendo do caso). Como o release necessita de uma notícia, pode ser que a empresa não possua nenhum acontecimento que possa ser explorado como conteúdo. Mas, se for o caso, certamente ele pode ser a melhor opção. Caso você não encontre nada que se enquadre nos valores-notícia listados, o informe publicitário pode ser o escolhido.

 

Principalmente em veículos maiores, os releases de instituições privadas são menos utilizados, porque geralmente eles possuem um bom número de profissionais para dar conta de produzir o volume de informação necessário. Em veículos regionais que não são ligados a grandes empresas de mídia, as chances de um release ser publicado são maiores. Portanto, reflita qual opção será mais fácil para cumprir os objetivos pretendidos.

 

Selecionei mais alguns informes produzidos pela yard. para te ajudar a decidir se ainda está em dúvida em fazer um informe publicitário. Acesse os links abaixo e conheça mais algumas possibilidades desse tipo de mídia:

 

 

Monitore os resultados

Não importa se você fez um release ou um informe publicitário, em todo caso é necessário mensurar os resultados se essas ações fazem parte da estratégia de marketing digital da sua empresa. Mas, é ainda mais necessário no caso de um informe publicitário, já que você está pagando pelo espaço de divulgação no jornal e precisa saber se ele teve sucesso dentro dos objetivos pretendidos pela empresa. 

 

Um dos jeitos mais eficazes em monitorar esses resultados é através do rastreamento nos links distribuídos ao longo do material. Você pode utilizar a própria ferramenta do Google para elaborar o link, o Campaing URL Builder. Neste outro artigo da yard. eu explico detalhadamente como configurar os parâmetros UTM para você monitorar os resultados do seu informe ou release.

 

E, claro, este artigo foi produzido para explicar melhor as diferenças e as possibilidades de um release ou informe publicitário. No entanto, embora todas as suas qualidades, é importante avaliar o momento atual da empresa, já que eles não são capazes de fazer milagres se outros aspectos da estratégia de marketing do negócio estiverem com problemas.

Quer uma agência de marketing digital certificada? Fale com a yard.

Gostou desse assunto? Ouça mais sobre informe publicitário e release no podcast da yard:

Artigos Relacionados

eventos

Cupom de desconto RD Summit – Como conseguir

Autor Ecco | 4 minutos
Cupom de desconto para o RD Summit 2023? Você está no lugar certo! Aqui você garante 15% de desconto para comprar seu ingresso em qualquer lote. 🤩  Clique aqui para comprar seu ingresso para o RD Summit com cupom de desconto de 15% - Quer garantir o seu ingresso para o RD Summit com... Leia Mais
marketing digital

Conteúdos simples e baratos para estratégias de marketing em 2022

Autor Alisson | 3 minutos
Sua empresa está buscando apostar no marketing de conteúdo, mas não quer ter um investimento tão grande em tempo e dinheiro? Neste artigo vamos citar excelentes tipos de conteúdos que têm grande potencial de funcionar e são relativamente simples de serem desenvolvidos. Nosso foco hoje é... Leia Mais
marketing digital

Copy para Marketing: A Jornada do Herói

Autor Hellen Scheidt | 6 minutos
Sabe quando você tem uma copy para escrever, mas não sabe por onde começar? Ou qual argumento usar? E como ser assertivo no texto para fazer com que a pessoa faça o que você quer? Seja acessar o site, realizar um cadastro, entrar em contato, fazer uma compra...   Esse é um problema... Leia Mais