marketing digital

Marketing digital para restaurante: o guia definitivo

Blog
Por Lucas Ribas
31 de agosto de 2021 | 5 minutos
Criar uma estratégia de marketing digital para restaurante é mais fácil do que você imagina! Basta um pouco de empenho, organização e vontade para coletar dados! Sim! O segredo está em saber como coletar e utilizar dados.

Na era digital, não coletar dados dos clientes significa que você está perdendo muitas chances de vender mais. Esse tipo de estratégia pode ser chamada de Data Driven Marketing = Marketing Direcionado por Dados. Fique calmo(a)! Se você não está conseguindo visualizar como pode aplicar isso no seu restaurante, não se preocupe, vou detalhar mais adiante. É mais fácil do que você imagina.

 

A importância de coletar dados e como fazer isso

Para você entender melhor, dado é qualquer informação de uma pessoa. Alguns exemplos de dados que podem ser úteis para ajudar a fazer marketing digital para restaurante: número do telefone celular, nome, email, data de nascimento, endereço e produtos que consumiu.

É possível coletar e utilizar mais dados, além desses que citei, mas os dados acima são os mais utilizados e fáceis de coletar e utilizar.

 

E por que coletar dados é tão importante?

A forma de se fazer publicidade online é inteiramente baseada em dados. Os três maiores veículos da publicidade online (Google, Facebook e Instagram) utilizam dados para direcionar seus anúncios patrocinados. Dados como: tipos de assuntos que você curte e comenta, sua idade, pessoas que você se relaciona, tipos de páginas que você segue, locais onde você vai, são exemplos de dados utilizados para direcionar anúncios.

 

E a LDPG?

Mas nem tudo são flores! Cada vez mais a privacidade das pessoas com a chegada da LGPD (Lei geral de proteção de dados) deverá ser respeitada. Isso significa que a utilização desses dados citados acima ficará um pouco mais restrita. Algumas fabricantes de smartphones como a Apple, já anunciaram restrições sobre a leitura e o uso de dados das pessoas que usam seus aparelhos.

 

Seja mais certeiro, atire como um sniper!

O dado mais certeiro, do ponto de vista estratégico para um negócio anunciar, é o dado primário. Isto é, aquele dado que a própria empresa coletou diretamente com seus clientes.

Primeiro, porque o dado coletado diretamente com a pessoa é um dado 100% confiável. Segundo, porque ele está de acordo com a LGPD. E terceiro, e mais importante, é porque as pessoas que já frequentam seu restante são o melhor exemplo de perfil de cliente ideal. Ou seja, vender novamente para pessoas que já foram pelo menos uma vez no seu restaurante e encontrar pessoas parecidas com elas, é sempre uma estratégia interessante.

 

Que dados coletar?

Dentre os dados possíveis de se coletar, um dos mais importantes é o email do seu cliente. Com o email você consegue utilizar três das principais ferramentas de marketing digital para restaurante disponíveis:

  • Enviar email marketing
  • Criar um público personalizado no Instagram/Facebook
  • Criar um público semelhante (lookalike) no Instagram/Facebook

 

Mas e como eu faço para coletar esses dados?

Você pode simplesmente deixar uma lista no caixa escrito acima: Preencha seus dados para receber novidades do nosso restaurante. A pessoa preenche com caneta e escreve o nome, telefone e email. Depois, o único trabalho é passar a lista a limpo e subir para um arquivo digital.

 

Veja abaixo uma planilha de exemplo, é super fácil. Gostou da planilha? Eu deixei o arquivo dela pronto e com acesso livre, basta fazer uma copia, imprimir e começar a usar!

Baixe gratuitamente, neste link abaixo, o arquivo com a planilha pronta para coletar dados dos clientes do seu restaurante: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1kRi4MhUchV3x9sxpTz5Z4FnamcCoFhyWUA1AooFxVWY/edit?usp=sharing

 

Planilha para coletar dados de clientes

Exemplo de planilha para coletar dados de clientes

 

Outra forma para estimular os clientes a darem seus dados é criar promoções como os exemplos a seguir:

1) Preenchendo o cadastro você ganha 10% de desconto na compra!

2) Preenchendo o cadastro você ganha uma Coca-Cola!

3) Preenchendo o cadastro você ganha uma sobremesa!

 

E por aí vai, aqui basta ter criatividade e não esquecer de algo muito importante: conversar com a equipe do salão sobre a importância dessa ação.

 

O que fazer com os dados coletados

Após a coleta feita e a transformação em arquivo digital, você pode:

  1. Enviar email marketing para quem já é seu cliente (o email não morreu, não “ache”, teste e se surpreenda com o resultado!)
  2. Enviar mensagens de WhatsApp com o cardápio da semana ou do dia (cuidado com a frequência de envio para não incomodar seu cliente)
  3. Criar público personalizado no gerenciador de anúncios do Instagram/Facebook
  4. Criar público semelhante no gerenciador de anúncios do Instagram/Facebook

 

Com essas quatro ações é possível aumentar as vendas e quanto maior for sua lista de clientes, mais precisa ela será.

Ouça mais sobre o assunto no yardcast:

Artigos Relacionados

marketing digital

Construindo uma experiência de marca interativa

Autor Alisson | 3 minutos
Criar experiências novas e marcantes que promovam uma interação de seu público com sua marca parece ser uma atividade distante da realidade. Neste artigo irei provar que experiências interativas não necessariamente precisam de um investimento exorbitante ou gastar horas de energia e... Leia Mais
marketing digital

Como o Facebook Ads funciona: ele está te espionando?

Autor Hellen Scheidt | 6 minutos
Como o Facebook Ads funciona? Se você chegou neste artigo a partir dessa pergunta, tem uma chance de você ter recebido um anúncio muito específico e quer descobrir se o Facebook Ads pode estar te espionando.   Não é possível afirmar que o Facebook não está espionando ninguém.... Leia Mais
marketing digital

O que é conteúdo evergreen, tudo que você precisa saber

Autor Lucas Ribas | 5 minutos
Conteúdo evergreen, também chamado de conteúdo perene, é um tipo de conteúdo produzido para permanecer relevante e útil por tempo indeterminado. Ou pelo menos, por mais tempo do que outros conteúdos. O conteúdo evergreen pode ser um artigo de blog, um vídeo ou até mesmo outro formato. O... Leia Mais