gestão

Benchmarking: o que é e como aplicar em sua empresa

Blog
Por yard.
29 de maio de 2020 | 4 minutos

Você já ouviu falar na antiga frase: “nada se cria, tudo se transforma”? Pois bem, essa frase pode resumir uma das principais propostas do chamado benchmarking.

Seja no mundo dos esportes, da arte e até mesmo no universo dos negócios, a comparação e as referências sempre existiram.

No entanto, especialmente nos ambientes corporativos, nos últimos anos a ação de se comparar ficou ainda mais comum. Afinal, com a expansão de milhares tipos de produtos e serviços, a competitividade está acirrada.

Até mesmo em segmentos de nicho, como o produção de etiqueta código de barras, por exemplo, muitas empresas concorrem e direcionam os seus esforços pelo mesmo público-alvo.

Por essa razão, quando entramos no mundo da competição entre empresas, o benchmarking surge como a seguinte questão: como estou me saindo em relação à concorrência?

O benchmarking é fundamental, não apenas para saber se sua empresa está bem posicionada em relação aos concorrentes, como também para promover estratégias e referências personalizadas e alavancar o seu negócio!

Pensando nisso, neste post iremos de explicar tudo sobre o benchmarking e mostrar como é possível aplicar em sua empresa, por isso, continue nos acompanhando!

Afinal, o que é benchmarking?

O termo “benchmarking” pode ser traduzido como “ponto de referência”. Como o próprio nome já diz, ele se refere ao processo de pesquisar a concorrência e suas respectivas características e estratégias, com a finalidade de aperfeiçoar as ações da própria organização e ter uma visão mais clara sobre o seu posicionamento no mercado.

A partir da análise que é feita por meio do benchmarking, a empresa poderá saber mais sobre o seus concorrentes e até mesmo prever quais serão as suas próximas ações.

Além disso, captando novas referências, a empresa também poderá aperfeiçoar suas estratégias e modificá-las o quanto achar necessárias.

Lembre-se que o benchmarking não se trata de copiar as ações de outras empresas, mas sim, usar as suas referências para se inspirar em novas alternativas de destaque e ganhar vantagens competitivas.

Muitos e-commerces, como os que vendem produtos de decoração, soleira de mármore, entre outros, se inspiram em sites como a Amazon ou Mercado Livre, utilizando o mesmo modelo estrutural, por exemplo, para criarem o seu próprio site.

Como aplicar o benchmarking?

Para aplicar uma determinada análise de benchmarking, é importante procurar as empresas concorrentes mais adequadas para se inspirar. Escolha de uma a três empresas que gostaria de monitorar.

Após isso, estabeleça também quais serão os indicadores para analisá-las em diversos pontos: número de campanhas realizadas, tráfego, posicionamento no Google, etc.

Ao obter os dados necessários, compare todas as informações captadas com o seu próprio negócio e analise quais são os seus pontos fortes e fracos em relação a concorrência.

Algumas ferramentas, como a Similar Web, por exemplo, pode oferecer uma gama de dados completos e profundos sobre quem você pretende analisar, garantindo maior clareza sobre as informações.

Além disso, as redes sociais também são ferramentas poderosas quando se trata da análise de concorrentes. Por meio delas, os gestores conseguem monitorar as empresas e saber quais as estratégias elas estão tendo investimentos.

Se o seu negócio atua no ramo de corte a laser, por exemplo, lembre-se procurar as redes sociais em que as empresas concorrentes estão mais concentradas.

Agora que você já sabe tudo sobre o benchmarking e quais as principais dicas para aplicá-lo em sua empresa, o que está esperando para inovar em suas estratégias e obter sucesso? Gostou do post? Conta pra gente! Nós queremos saber sobre a sua opinião.

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

 

Artigos Relacionados

gestão

Qual é o segredo para ter mais produtividade no trabalho e na vida?

Autor Ecco | 5 minutos
Produtividade é fazer mais em menos tempo. Mas "fazer mais" não significa fazer muita coisa, e sim fazer algo bem feito sem atrasar. Eu acredito que produtividade está diretamente ligada à qualidade (pelo menos em trabalhos como o meu) e não apenas à velocidade. Mas ser produtivo é um... Leia Mais
e-commerce

Google Shopping, a vitrine virtual

Autor Alex | 3 minutos
Mais de 90% do lucro do Google vem de anúncios na internet. A gigante de tecnologia desenvolve soluções em publicidade online que ajudam anunciantes a atraírem mais visitantes para seus sites, gerar leads e vender. Se você tem um e-commerce ou está pensando em montar um, a ferramenta do... Leia Mais