arquitetura comercial

Checklist: 4 itens básicos para avaliar como está o conforto do seu restaurante

Blog
Por Duda
22 de junho de 2017 | 4 minutos

Uma das principais tendências de mercado para esse setor é a oferta de experiências diferenciadas para os consumidores, independente de quem é o seu público-alvo. Oferecer algo além do tradicional e clichê: “comida boa e bom atendimento”. Isto, há muito tempo já é trabalhado nas grandes redes americanas que desembarcaram no Brasil nos últimos anos, como Outback e Abraccio. Um dos itens que mais se destacam e iniciam o processo de entrega dessa experiência diferenciada é a arquitetura comercial. O espaço do restaurante deve ser planejado para acomodar e envolver o cliente em uma experiência completa, de modo que ele se sinta o mais confortável possível, visual, térmica e acusticamente. O sucesso em restaurantes depende de muitos fatores além de um cardápio bonito e alimentos de boa qualidade.

1 – Pisos de tonalidades claras
Em ambientes ligados a alimentação a limpeza deve ser redobrada, uma vez que o fluxo intenso de pessoas deixa o chão marcado e sujo. A utilização de cores muito claras pode prejudicar a imagem do estabelecimento, mesmo que haja um processo de limpeza feito diariamente e passe a sensação de segurança na maior parte das vezes. Para estas situações escolha outras tonalidades ou acabamentos para o piso.
2 – Mobiliário mal dimensionado
Nem todos os estabelecimentos possuem uma grande área de loja, normalmente é necessário se adequar para acomodar clientes, produtos e serviços. Mesmo assim, existem locais que possuem mobiliário muito grande em relação ao metro quadrado disponível, gerando sensação de desconforto e enclausuramento ao cliente. Antes de qualquer definição quanto aos móveis, é indispensável ter uma noção clara das dimensões dos itens frente ao tamanho do espaço disponível.
3 – Produtos escondido:
Não adianta ter um belo projeto de interiores se os produtos ficam escondidos do cliente. Evite também deixar gôndolas, geladeiras e prateleiras expostas com mais produtos do que o necessário, pois isso não é agradável e pode até causar confusão no cliente, pelo excesso de informação.
4 – Iluminação insuficiente
Uma boa iluminação transforma qualquer ambiente. É possível criar diferentes ambientações através da direção e da tonalidade da luz. Isso tem de ser aproveitado para valorizar os produtos e a experiência oferecida.

Uma boa iluminação pode transformar a “cara” do seu restaurante.

O ambiente precisa ser convidativo em todos os sentidos, tanto para aqueles que só estão de passagem, quanto para as pessoas que pretendem permanecer mais tempo no local. Ter uma identidade de marca estampada no projeto arquitetônico como um todo, desde a fachada até a entrega dos pratos, é um grande diferencial para um negócio nesse ramo, você pode e deve procurar ajuda para projetos como esse com profissionais de Marketing e Arquitetura Comercial.
Leia outras dicas de arquitetura comercial clicando aqui.

Artigos Relacionados

Home Office – Principais aprendizados após 1 mês de experiência

O crescimento do home office já vinha desde antes da quarentena obrigatória por conta do Covid-19. Mas após o aumento das medidas de reclusão, muitas empresas se viram obrigadas a adotar o home...

Trello e Slack – A dupla que vai garantir organização para seus projetos

Trello e Slack são como unha e carne, pelo menos aqui na agência! São duas ferramentas fundamentais para a gestão de projetos e comunicação da equipe, não apenas aqui na yard., como em...

Como funciona o Google

O Google funciona como um grande catálogo dos sites na internet. Mas antes de entendermos melhor sobre seu funcionamento é legal passarmos sobre alguns pontos de curiosidade sobre a empresa. A...