e-commerce

E-commerce para quem já tem loja física – planejamento inicial

Blog
Por Lucas Ribas
21 de maio de 2020 | 8 minutos
Se você tem uma loja física, não importa há quanto tempo, tem uma oportunidade de ouro em suas mãos. Então se você está se perguntando se vale a pena ter um e-commerce para quem tem loja física, a resposta é sim! Uma loja online tem muito mais similaridades com uma loja física do que se pode imaginar.
Vou listar aqui as principais similaridades entre uma loja física e um e-commerce:

 

  • Necessidade de gerar tráfego de pessoas para poder vender;
  • Apresentar preços competitivos em relação à concorrência;
  • Criar e desenvolver uma proposta de marca única (branding);
  • Vender com margem de lucro coerente para o negócio gerar lucro;
  • Fazer promoções e ofertas que aumentem as vendas e o ticket médio;
  • Desenvolver canais de comunicação para atrair novos clientes e fidelizar os atuais;
  • Manter boa gestão de estoque e fornecedores;
  • Contratar bons profissionais, ter processos claros e produtivos.

Mas se você ainda não está convencido de que as similaridades são muitas, vou detalhar algumas delas um pouco mais agora.

Necessidade de gerar tráfego de pessoas para poder vender;

A primeira e mais importante, é talvez a mais óbvia, e a que mais gera confusão. Ninguém abriria uma loja física em uma rua deserta sem movimento de pessoas e carros. Mas muita gente abre lojas online (e-commerce) e não faz absolutamente nada para levar fluxo de pessoas para essa loja. 

 

“Sem tráfego uma loja física não vende. Sem tráfego uma loja online também não vende.”

 

E como gerar tráfego para uma loja online?

Essas são as principais formas de gerar tráfego para um site (seja ele e-commerce ou apenas um site institucional):

  • Google (e outros buscadores) orgânico;
  • Google (e outros buscadores) anúncios;
  • Anúncios em rede social;
  • Posts orgânicos em redes sociais;
  • Links de outros sites;
  • Tráfego direto;
Google Trends

Print ferramenta Google Trends.

 

Todas as estratégias são importantes e devem ser utilizadas em algum momento do seu e-commerce. Mas existe uma delas que é essencial no início e continuará sendo utilizada ao longo de toda a trajetória da sua loja online.

Estou falando de anúncios, tanto em Google quanto em rede social. Se você quer entender como funciona o Google, leia esse artigo.

Agora, se você quer conhecer sobre uma das melhores formas de fazer anúncios para e-commerce, descubra aqui como fazer anúncios de Google Shopping, leia este.

Uma pesquisa divulgada pela ebit e pela consultoria Nielsen em maio de 2020, apontou as principais fontes de tráfego dos 100 maiores e-commerces do Brasil. Mais de 35% do tráfico dessas lojas, vem através do Google e de anúncios. Eles apontam ainda que, para lojas menores, que estão começando, a utilização desse tipo de estratégia, é ainda mais essencial para o sucesso.

 Não importa se você está apenas começando ou se você é a Netshoes, investir em anúncios, será sempre necessário.

 

“Portanto, eu indico que toda loja virtual que está começando, concentre seus esforços em anúncios, principalmente no Google, e não em redes sociais.”

 

Depois que você já estiver estabilizado, gerando tráfego suficiente para atingir o ponto de equilíbrio da sua loja online. Você deve dedicar um pouco mais de tempo (e verba) para as outras estratégias de geração de tráfego para e-commerce.

Todas são importantes, sem exceção. Mas existem aquelas que devem ser priorizadas.

 

Fazer promoções e ofertas que aumentem as vendas e o ticket médio;

Eu aprendi essa, da maneira mais dolorosa que existe. Eu já tive dois negócios de varejo, em ambos, as vendas só começaram a decolar de verdade, quando fizemos promoções.

Conheço muita gente tem receio de fazer promoções, por pensar que isso desvaloriza seu produto. Mas isso é pura ilusão. Até marcas como Mercedes ou BMW fazem promoções. 

Só porque alguém está comprando um produto de R$ 300 mil reais, não significa que essa pessoa não se interesse por receber um desconto. O desconto não será essencial para a compra, a existência dele, com certeza acelera o processo de decisão ou mesmo a escolha por uma marca ou outra.

A sensação de estar levando alguma vantagem, é natural para qualquer comprador. E quando você faz isso utilizando um gatilho mental de urgência a promoção fica ainda mais forte. 

 

“Por exemplo: desconto de 30% só até 31/05.”

 

Você sabia que o e-commerce no Brasil, cresce em média 17,3% ao ano, desde 2011? Em 2015, quando o Brasil teve recessão de -3,5%, o e-commerce cresceu 15%

 

relatório Webshoppers - ebit e Nielsen

Página 10 do 41º relatório Webshoppers – ebit e Nielsen

 

Quer um resumo com os 3 principais passos para abrir sua loja virtual, se você já tem uma loja física:

1º –  Defina qual plataforma utilizará. Neste artigo listamos as principais plataformas de e-commerce e te ajudamos a escolher.

2º – Estude, contrate alguém ou contrate uma agência para criar um plano de marketing e criar anúncios Esse é o passo mais importante para o sucesso da sua loja online. Se quiser conversar com o departamento comercial da agência yard. chame a gente aqui. Ou se preferir veja esse artigo com estratégias de marketing para e-commerce.

3º – Deixe uma pessoa responsável na sua loja física para receber os pedidos, responder dúvidas e comentários, despachar os produtos, e tratar o pós-venda.

 

Se você já tem uma loja física, não deveria pensar duas vezes, abrir sua loja virtual ou profissionalizar a gestão de tráfego dela, se você já possui uma é uma ótima diversificação e fonte de receitas.

 

Se gostou deste artigo, veja também nosso podcast sobre o mesmo tema:

 

podcast marketing digital

Artigos Relacionados

e-commerce

Como fazer seu e-commerce vender mais com as festas de fim de ano

Autor Ecco | 5 minutos
E-commerce e fim de ano combinam perfeitamente. Isso porque, como você já sabe, as vendas de fim de ano são um período mágico para a maioria dos varejistas. Some isso ao fato de que as vendas em lojas virtuais crescem ano após ano e aí está a receita do sucesso: vendas online em períodos... Leia Mais
e-commerce

Sua empresa está preparada para a Black Friday?

Autor Alisson | 5 minutos
Você sabia que o e-commerce brasileiro cresceu em 22,7% com faturamento de R$ 75 bi em 2019? E que esse número tende a aumentar muito em 2020? Neste artigo vamos acompanhar o que as maiores pesquisas do Brasil e do mundo estão falando e vamos entender como estar com um pé a frente da... Leia Mais
branding

Como fidelizar e encantar seus clientes no e-commerce

Autor Alisson | 8 minutos
Com certeza você já notou que existem muitos comércios eletrônicos parecidos por aí, diferenciar-se é ainda mais difícil se seu segmento é muito concorrido nesse mundaréu de e-commerces. Mas não é impossível, já que são poucos os que realmente se importam em ser diferentes nesse meio.... Leia Mais