marketing

O que é Metaverso?

Blog
Por Hellen Scheidt
20 de junho de 2022 | 7 minutos

O que é Metaverso? Desde que foi anunciado pelo criador do Facebook em outubro de 2021, essa provavelmente foi uma das perguntas mais feitas ao Google. As buscas pelo termo “Metaverso” no Google aumentaram mais de 12.000% comparando junho de 2022 com junho de 2021.

volume-buscas-metaverso

Algumas empresas ficaram preocupadas em como participar do Metaverso e não ficar para trás da concorrência. Mas, fazer parte do Metaverso não é algo tão surreal e complicado quanto pode parecer. Acompanhe o artigo e descubra maneiras simples para dar o primeiro passo com a sua empresa no Metaverso.

 

O que é Metaverso?

A maneira mais simples de compreender o que é Metaverso é entender que ele é a próxima evolução da Internet. 

 

Quando a Internet nasceu, ela era continha apenas texto estático. Na segunda fase, vieram as imagens, vídeos e conteúdos produzidos por usuários. A próxima etapa, a qual estamos presenciando sua criação, é a imersão. A Internet, aos poucos, vai deixando de ser apenas 2D para preencher o espaço à nossa volta através de dispositivos de realidade virtual e realidade aumentada.

 

fases-da-internet

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

A própria Meta define o Metaverso como diversos espaços virtuais que você pode criar, visitar e explorar com pessoas que não estão no mesmo ambiente físico que você. O exemplo mais comum, é estar em uma sala de reuniões 3D com os seus colegas de trabalho, cada um em sua casa.

 

A evolução do seu perfil do Facebook no Metaverso

O primeiro passo que a Meta liberou para os usuários foi a criação dos avatares. Eles vêem isso hoje como uma evolução do seu perfil pessoal no Facebook. Atualmente, é possível adicionar uma foto de perfil, foto de capa, nome, sobrenome e outras personalizações. No Metaverso, seu perfil vai evoluir para um bonequinho tridimensional. Você poderá deixá-lo semelhante a você e personalizá-lo com roupas e acessórios.

 

avatar-metaverso

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

No entanto, como essas funcionalidades estão em desenvolvimento, pode ser que você se depare com bugs e gráficos não tão fiéis às imagens e vídeos de divulgação.

 

O passo seguinte à criação do próprio avatar, é a liberdade para criar espaços virtuais, que podem ser acessados por outras pessoas e também a produção de mercadorias virtuais, que podem ser vendidas com dinheiro de verdade. Esse é o Horizon Worlds da Meta.

 

O que é o Horizon Worlds

Você pode imaginar um jogo como Minecraft (ou como Roblox ou Habbo, dependendo da sua idade). No Minecraft, cada pessoa pode ter um ou mais mundos para jogar. Eles podem ser criados totalmente do zero, de acordo com as preferências do jogador, ou podem ser gerados automaticamente pelo computador, ou mundos criados por outros usuários. Essa é uma promessa semelhante da Meta para o Horizon Worlds.

 

A ideia é que os usuários possam criar ambientes virtuais e personalizá-los de acordo com as suas preferências e objetivos. Você pode criar uma sala de reuniões, um ambiente para jogar ping-pong, uma sala de teatro com shows ao vivo, entre outras infinitas possibilidades.

 

o-que-é-metaverso

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

Como acessar o Horizon Worlds

Para entrar no Horizon Worlds, você precisa acessar o site oficial, usando a mesma conta que você utiliza para logar no facebook. Ele ainda não está disponível no Brasil, mas é possível adicioná-lo à uma lista de desejos para ser avisado(a) sobre o lançamento nacional. 

 

Além de aguardar a chegada ao Brasil, para acessar o Horizon Worlds você precisará de conexão constante com a internet e dos Oculus Rift S ou do Quest 2, versão mais atual do óculos de realidade virtual (VR) da Meta. 

 

Reconhecendo os desafios em popularizar equipamentos VR para todas as pessoas, a Meta já está desenvolvendo opções para tornar os Oculus mais acessíveis financeiramente. Como é o caso do Ray-Ban Stories e da conexão do Horizon Worlds com outros aplicativos da Meta. 

 

oculus-quest-meta

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

A Meta coloca no exemplo acima as evoluções dos seus dispositivos de realidade virtual e realidade aumentada. O Portal da Meta é um dispositivo para ligação de vídeo, mas que não se popularizou no Brasil. Sua evolução é o Quest 2, o óculos VR que está disponível para compra atualmente. E sua próxima geração é o Project Cambria (Meta Quest 3).

 

Outras opções para entrar no Metaverso

A Meta não pretende limitar o acesso ao Metaverso às pessoas que têm o headset de realidade virtual. Por isso, já vem implementando opções para acessar o Horizon Worlds por outros dispositivos e aplicativos. 

 

Uma das apostas da Meta é a parceria que deu origem ao Ray-Ban Stories, que são óculos que permitem realizar atividades simples, como tirar fotos, falar com amigos e ouvir música. A promessa é poder fazer tudo isso sem precisar acessar seu smartphone. 

ray-ban-stories-meta

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

A Meta já adianta inclusive que o Ray-Ban Stories complementa outros equipamentos “vestíveis” que estão desenvolvendo. 

 

A Meta está implementando a conexão do Horizon Worlds com os outros aplicativos para facilitar o acesso de usuários que não tenham um headset de realidade virtual.

 

A Internet 2.0 chegou em 2004, incluindo vídeos e imagens ao que antes era apenas texto. Hoje, em 2022, os vídeos no Reels representam mais de 20% do tempo que as pessoas passam no Instagram.

 

Como o Metaverso pretende mudar o mercado

 A principal “exaltação” da Meta com relação ao Metaverso é a quantidade de usuários que utilizam os aplicativos desenvolvidos ou mantidos pela empresa. Em outras palavras, sua capacidade em reunir grande parte da população mundial através dos seus serviços. 

 

É com esse poder que a Meta pretende “mudar o mundo e o mercado” através do Metaverso. Já que, se existe uma empresa que tem o poder de reunir todas as pessoas de uma forma massificada para acessar o Metaverso, essa é a Meta (em 2022, o Facebook possui 2,91 bilhões de contas ativas).

 

metaverso-o-que-é

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

O Metaverso possibilita uma exploração ainda maior de produção e venda de produtos que existem apenas no universo digital. Não serão apenas NFTs. Os usuários poderão produzir produtos digitais e vendê-los com “dinheiro de verdade” no Horizon Worlds. 

 

O Analysis Group estima que se o Metaverso evoluir de uma forma semelhante à tecnologia móvel, pode representar uma contribuição de 5% para o PIB da América Latina em 2031.

 

Como sua empresa pode fazer parte do Metaverso

A Fiat Brasil desenvolveu um filtro de realidade aumentada integrado ao WhatsApp para ajudar os consumidores a ver as opções de cores e acessórios do Fiat Pulse. Os usuários poderiam ainda mover o modelo 3D do carro usando a câmera do smartphone para ver como ele ficaria na sua garagem.

 

É semelhante aos filtros que viralizaram pouco tempo atrás com o cachorro caramelo e a caixa do PlayStation 5.

 

fiat-pulse-metaverso

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

A M.A.C. Cosmetics México, empresa fabricante de maquiagens, criou um filtro com algumas maquiagens para o Dia de Los Muertos. As pessoas podiam usar os filtros nas redes sociais, escolher o que mais gostaram e clicar diretamente para comprar os produtos no site. 

mac-cosmetics-metaverso

Imagem: Divulgação Meta durante o Meta Summit LATAM 2022.

 

Para uma loja de roupas, por exemplo, uma das possibilidades pode oferecer que a pessoa experimente uma peça no conforto da casa. Sem necessitar visitar uma loja física ou comprar o produto, experimentar e depois devolver se não gostar.

 

Conclusão: Anunciar ou não no Metaverso?

A resposta para essa pergunta é totalmente personalizada de acordo com a sua empresa. O seu plano de mídia possui uma verba exclusiva para testes em novas tecnologias, além do que você já investe no digital? Ou sua empresa não possui uma verba recorrente para anúncios na internet? 

 

Se estiver no segundo caso, recomendo começar pelo básico ao invés de querer investir de cara na criação de um filtro de realidade aumentada, por exemplo. Comece descobrindo, primeiramente, se vale a pena anunciar no Instagram ou Facebook.

Artigos Relacionados

marketing

Parcerias inusitadas entre marcas que deram certo

Autor Bruno | 4 minutos
Existem diversos propósitos para realizar uma parceria entre empresas. Algumas buscam novas oportunidades de crescimento, alcançar um novo público ou até mesmo por uma questão crítica como crise de imagem ou risco de falência. Em um mercado com tantos concorrentes para competirem entre si,... Leia Mais
marketing

Como errar feio no marketing de um negócio

Autor Lucas Ribas | 7 minutos
Muita gente acredita que marketing é sinônimo de publicidade. E é exatamente aqui que inicia o erro, a publicidade ou o ato de divulgar um negócio e seus produtos e serviços é apenas uma das partes do marketing.   Conceitos iniciais sobre marketing Para te ajudar a entender vou fazer... Leia Mais
marketing

Os 4 P’s do marketing: Onde você está errando?

Autor Ecco | 4 minutos
4 P's do marketing (ou marketing mix) é um conceito clássico e, acredito que seja o mais reconhecido do universo do marketing. Foi criado por Jerome McCarthy e difundido por Philip Kotler no livro Administração de Marketing, em suas dezenas de edições. Aliás, fica a recomendação de... Leia Mais